top of page
Buscar

Tecnologia aliada ao amor - Serão as apps promotoras de relações saudáveis e funcionais?


Quem disse que os nossos telemóveis são inimigos de conexões profundas e reais?

Existindo tantas aplicações com as mais diversas funções e soluções (até para problemas que não sabíamos que existiam) e sendo os relacionamentos amorosos uma área da nossa vida que merece a nossa particular atenção, conseguiremos nós alinhar estas duas componentes de forma harmoniosa?


Haverá uma app para me ajudar a melhorar a conexão com o/a meu/minha parceiro/parceira?

A tecnologia não precisa de ser apenas um aliado na altura de encontrar um parceiro, como mais commumente as aplicações dentro do mundo amoroso tendencialmente são vistas (apps como o Tinder, o Grindr ou o Bumble). E que tal se pudermos fazer uso delas para fortalecer os nossos (já existentes) relacionamentos?

Na verdade, existem aplicações com poder de nos apoiar com qualquer desafio da nossa vida - se estivermos dispostos a assim ver a sua potencialidade (sem fechar os olhos às suas limitações). No que diz respeito aos relacionamentos, existe sempre algum aspeto no qual há espaço para crescimento… Vejamos:

  • experienciar coisas novas a dois;

  • aprender a mostrar amor de diferentes formas;

  • conhecer novas facetas do parceiro;

  • descobrir diferentes tipos de ideias de encontros;

  • treinar diferentes formas de comunicar.

Consulte a lista de aplicações que lhe deixamos, para que possa explorar:

Tema: Organização/Planos a dois:

  • Cupla

  • Merge

  • GoodBudget

Tema: Intimidade/Sexualidade/Conhecer melhor o outro:

  • Gottman Card Decks

  • Coral

  • Intimately Us

  • Coupleness

  • Paired

Tema: Relacionamentos à distância:

  • Kast

  • Rave

Existem atualmente muitas aplicações disponíveis para casais.

Considere experimentar as nossas sugestões para aprender mais sobre o/a seu/sua parceiro/parceira, aumentar a intimidade e divertir-se ao longo do processo.

Se tiver dificuldades, conflitos ou preocupações no relacionamento, poderá procurar ajuda profissional psicológica para obter mais orientações.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page